De modo mais recente, um conceito tem sido muito difundido-se em diversos tipos de empresas e instituições profissional. Trata-se do trainee corporativo, um novo e recorrente método de capacitação. Mas o que é trainee profissional? Por definição do mercado, trainees são profissionais que ainda cursam ou são recém formados academicamente e são inseridos no mercado por meio de um treinamento realizado pela própria empresa, podendo ocupar, assim, cargos inerentes à sua área de interesse.

O objetivo do trainee corporativo é a formação de profissionais capacitados e especializados nos processos e métodos específicos de uma empresa, de modo que estes tornem-se aptos a exercer determinadas funções e cargos com maior habilidade e preparo. Na maioria dos casos, as empresas que investem neste tipo de técnica optam por indivíduos recém saídos da universidade ou, ainda, estudantes em seus últimos períodos de formação.

É comum que muitas pessoas questionem-se sobre possíveis diferenças entre trainee e estágio, confundindo-se com ambos os conceitos. Primeiramente, o trainee é um funcionário que participa de um programa de treinamento e desenvolvimento de carreira em uma empresa, para que possa assumir uma posição dentro desta. Já o estagiário comum entra em sua função como um aprendiz contratado apenas durante o período de formação acadêmica, que encontra em seu ofício uma oportunidade de aplicar conceitos teóricos na prática.

Sobretudo, um dos principais benefícios do programa de trainee é a possibilidade de preparar profissionais versáteis e flexíveis, aptos a exercerem funções específicas de determinada empresa ou instituição. Além disso, por inserir o profissional completamente em todos os processos internos, um trainee apresenta-se como muito mais eficiente do que um estágio tradicional.

Conteúdos relacionados