Contrato de locação de espaço para eventos
blog

Contrato de locação de espaço para eventos: o que não pode faltar?

Você já passou pela etapa de buscar pelo espaço ideal para o seu evento e finalmente chegou a reta final com os preparativos que vão fazer ele ser um sucesso? Se sim, calma lá, é preciso se atentar a algumas burocracias como o contrato de locação de espaço para eventos! 

Antes de declarar um fim à busca pelo espaço perfeito, é preciso cuidar de algumas questões e burocracias para não ser pego de surpresa. É nesse momento que entra o cuidado e atenção com o contrato de locação de espaço para eventos.

Normalmente, o contrato de locação de espaço para eventos é de responsabilidade do proprietário do local ou empresa. Contudo, aquele que vai alugar o espaço precisa estar atento a todas as cláusulas contratuais para entendê-las plenamente e o acordo ser justo.

Sendo assim, o Espaço Fit Eventos decidiu detalhar como um contrato de locação de espaço para eventos funciona e o que não pode faltar. Confira!

Antes do contrato de locação de espaços para eventos

Antes mesmo de chegarmos ao contrato é importante verificar a questão da segurança do seu espaço, uma vez que, ao alugá-lo, você também se torna responsável pela segurança de todos durante o seu evento.

Por isso, confira sempre se o espaço possui alvará de funcionamento e quando foi realizada a última vistoria. Além disso, é importante fazer um mapeamento das saídas de emergência, dos extintores de incêndio e se há geradores de energia.

Se o contrato de locação incluir serviço de segurança, verifique o que está incluso no pacote e se ele atende todas as necessidades do seu evento. Caso contrário, você precisará contratar adicionais separadamente.

Garantir a segurança dos seus convidados no dia do evento é extremamente importante, por isso, precisa existir uma colaboração entre locatário e locador para verificar todos os detalhes.

Ainda não encontrou o espaço ideal para o seu evento corporativo? Entre em contato com o Espaço Fit e solicite um orçamento agora mesmo!

No contrato de locação de espaços para eventos

Muitas vezes encontramos modelos de contratos de locação de espaço para eventos prontos na Internet. Mas apesar de facilitarem a nossa vida, muitas vezes não são exatamente o que precisamos. 

Sendo assim, é importante poder entender as partes de um contrato como esse para poder personalizá-lo. A seguir, confira as partes essenciais de um contrato de locação de espaço para eventos:

Procurando um espaço para profissionalizar o seu evento on-line e realizar uma transmissão ao vivo? Conheça as salas do Espaço Fit destinadas a isso clicando aqui.

Identificação das partes

A primeira parte do contrato de locação de espaço para eventos deve servir para identificar quem é a parte contratante e quem é a parte contratada. É a partir dessa identificação que o contrato determinará quais são as obrigações de cada uma.

O mais importante da identificação é apresentar todos os dados de cada uma, inclusive de seus representantes, uma vez que são eles que assinarão o contrato.

Dados como nome completo, RG, CPF, endereço, estado civil, CNPJ da empresa e razão social são os dados que costumam estar presentes na identificação das partes de um contrato de locação de espaço para eventos. 

Objeto do contrato

O objeto do contrato é a finalidade para a qual aquele contrato está sendo firmado. Neste caso, é a locação de um espaço físico para a realização de um evento. Por isso, a primeira cláusula deve explicitar esse tipo de prestação de serviço, incluindo o registro do nome do evento.

É importante também que haja cláusulas descrevendo o equipamento e a estrutura que o espaço alocado oferece

Um bom contrato de locação de espaço para eventos oferece uma descrição detalhada sobre a estrutura do espaço, seus ambientes, móveis e dependências e também de seus equipamentos, destrinchando a quantidade, tipos, marcas e condições.

Obrigações do contratante

Na parte que descreve as obrigações da parte contratante é importante que estejam estabelecidos todos os deveres da mesma. 

As cláusulas mais comuns nessa parte são data e horário de início e término do evento, compromisso com limpeza e organização do espaço, leis de instâncias superiores que a contratante se submete a cumprir e quaisquer outras obrigações do tipo.

Por fim, o valor e a forma de pagamento também devem estar nesta seção do contrato.

Obrigações da contratada

Do mesmo modo que a contratante, a contratada também deve elucidar quais são os seus deveres. 

Nessa parte, a contratada explicita o que ela deve entregar, de que maneira e quando ou por quanto tempo. Cláusulas sobre entrega de chaves, limpeza e segurança devem constar nessa parte.

Além disso, se houver serviços extras, esse é o momento de explicitá-los. Um serviço de limpeza ou segurança, por exemplo, deve ser detalhado e colocado como serviço extra. 

Rescisão de contrato

Ao final do contrato, deve haver uma seção destinada aos termos de rescisão do mesmo. A parte deve explicitar quando o contrato pode ser cancelado e quais são os termos desse cancelamento.

Cláusulas detalhando multas, taxas e motivos de rescisão válidos para ambas as partes devem estar presentes nessa seção.

Conclusão

Em resumo, um bom contrato de locação de espaço para eventos é aquele que atende as necessidades mais específicas do cliente e mantém o equilíbrio entre as partes. 

Agora que você já sabe o que não pode faltar em um contrato de locação para eventos, compartilhe essa informação com seus colegas.

Conteúdos relacionados